segunda-feira, 7 de março de 2016

Crânios encontrados em campo

Crânio e bico da Ardea cocoi, popularmente conhecida por garça-moura.
Considerad a maior garça do Brasil, chegando a medir 1,80 metros de envergadura.
Alimenta-se de peixes, sapos, rãs, ratos, caranguejos e pequenos insetos, entre outros.
Está presente em todo o Brasil. Ocorre do Panamá ao sul da Argentina.
Ordem: Pelicaniformes - Família: Ardeidae.





Crânio e bico de Thalassarche chlororhynchos - nome popular: Albatroz de nariz amarelo.
Ave com aproximadamente 79 centímetros de comprimento, chegando a dois metros de envergadura e pesando em média dois quilos e setecentos gramas.
Vive em alto mar e além de peixes, alimenta-se de cefalópodes.
Habita o atlântico sul, entre Africa e a América do Sul.
Ordem: Procellariiformes - Família: Diomedeidae.




Bobo-pequeno - Puffinus puffinus.
Mede de 30 a 38 de centímetros de comprimento e envergadura entre 76 a 89 centímetros, pesando em média 550 gramas. 
Alimenta-se de pequenos peixes, calamares e crustáceos.
Habitante do norte, migra para a costa brasileira, 
Argentina e África do Sul, nos meses de setembro a março.



Carcará - Caracara plancus  
Mede 56 centímetros de comprimento e 123 de envergadura.
Alimenta-se de filhotes de aves, sapinhos, cobras, lagartos, incluindo carniça de outros animais.
A espécie se distribui desde o sul dos Estados Unidos até a Argentina. Ocorre em todo o Brasil.
Ordem: Falconiformes. Família: Falconidae.



Nenhum comentário:

Postar um comentário